Trunfo para triunfar
Share



Um dos grandes trunfos para realizar uma mudança significativa e duradoura em nossas vidas, é desenvolver consciência e autoobservação. Perceber-se para se prevenir daquelas tendências sabotadoras, observar-se para aprender sobre as repetições e então traçar novos caminhos. E tudo isso numa postura de autodescoberta. Porque quando nos centramos na observação como cobrança e julgamento caímos no desânimo, na impotência, na incapacidade. É ou não é?Mas além da consciência, é preciso ativar um importante aliado e evitar uma importante armadilha.
A armadilha de “querer ser uma pessoa melhor”
Você pode estar se sentindo confuso agora: “Mas não é isso que nos dizem a todo momento? Não é esse o caminho do desenvolvimento: se aprimorar?”

Acontece que por trás dessa ideia de ser uma pessoa melhor existem alguns elementos que retiram nossa energia para seguir em frente e sabotam as nossas ações:
– Se quero ser “melhor”, presumo que não sou bom o suficiente agora. Passo a acreditar que só alcançarei esse “estado ideal” no futuro. Assim, cria-se um padrão mental de insatisfação.
– Se passo a observar a vida e a mim mesmo por esse ângulo, passo a me focar no negativo e crio resistência àquilo que considero ser a minha versão negativa, meus problemas, meus defeitos. Ou seja, fico estagnado na resistência e não consigo sair do lugar.Qual o melhor caminho, então?
Consciência é estar presente. Observar-se com a intenção de se conhecer melhor e investir em autoconhecimento não pela via de identificar problemas, mas sim identificar potenciais de transformação! Empreender uma jornada de autodescoberta curiosa e interessada, sem julgamentos. “Como estou agora? O que estou sentindo? Para que estou agindo assim?”Com o Coaching, aprende-se e vivencia-se a importância de focar no positivo.

Perceber, sim, os padrões que ainda limitam, mas sempre para reforçar o que já se tem de positivo e desenvolver novas atitudes para ampliar sua energia para crescer. A simples consciência de que existem tendências que nos colocam para baixo, já faz com que elas percam grande parte de sua força. E para onde essa força vai? Para o lugar certo: para te apoiar a seguir crescendo, sendo mais você a cada passo.

A nova tônica deve ser, então: “Eu me conheço mais a cada dia e me aceito. Eu aprendo mais a cada dia como ser mais verdadeiro e a expressar os potenciais que estavam escondidos nos meus antigos hábitos.”

Quer se aprofundar num caminho de autodescoberta para liberar seus potenciais? Gostaria de traçar uma estratégia que funcione realmente para você e que se adeque ao seu perfil e ao seu momento?

Faça contato! Eu posso lhe apoiar nessa jornada!


Por Juliana Garcia

Master coach, psicodramatista, especialista em desenvolvimento pessoal e profissional. Apoia as pessoas a viverem fazendo aquilo que amam, através da descoberta de seus talentos e o desenho de um planejamento concreto de ações.

Cadastre-se na newsletter e receba informações e inspirações, em primeira mão!

 

Comentários