Tudo que você NÃO precisa para começar
Share



Chega de desculpas para não dar o start em suas ideias. Chega de listas imensas de pré-requisitos inventados pelo medo, pela necessidade de controle, pelo receio do que vão pensar, pela preguiça de colocar a mão na massa, pelo frio na barriga de bancar seus sonhos. Aliás, quanto maior o frio na barriga é sinal de que estamos diante de algo importante e grandioso para nós. Então, bora lá! Para começar, aqui vai uma pequena lista de tudo que você não precisa para dar o pontapé inicial em seus projetos.

1. Você não precisa de permissão
Não fique esperando o aval externo para iniciar. A única pessoa que pode permitir que algo aconteça é você. Preste atenção se você tem se permitido…

2. Você não precisa de preparativos infinitos
Esqueça aquela voz interna que fica lhe dizendo que antes você precisa fazer um curso, uma capacitação x e y, ter um estoque de centenas de peças, ter um repertório vastíssimo, um portfolio imenso. Tudo isso é invencionice do medo de ir para a experiência – afinal, ela é que vai lhe dar os maiores aprendizados.

3. Você não precisa de um plano de negócios de Harvard
Claro, uma porção de organização e rumo é crucial. Mas não se prenda a uma linguagem que não é a sua e que você vai demorar meses para compreender, para daí lançar sua ideia. Comece de onde você está, busque informação sim, busque apoio, mas vá criando as próprias ferramentas  e o seu jeito para visualizar o seu negócio e siga em frente.

4. Você não precisa de perfeição
Faça com amor, faça bem feito, faça com cuidado e esmero. Mas não se perca na busca da perfeição, essa armadilha não deixa você sair do lugar.

5. Você não precisa fazer o que todo mundo faz
Todo mundo tem seguido o mesmo caminho? Porque você deveria fazer o mesmo? As maiores sacadas costumam vir de quem resolve seguir o próprio caminho. Encontre a sua voz.

De verdade, o que você precisa é outra coisa:
– Paixão e brilho nos olhos;
– Vontade e garra para ir em direção ao que você sonha;
– Clareza do que você quer realizar;
– Saber o que você quer da vida (bem mais do que saber o que quer do seu negócio, percebe?);
– Compromisso e determinação.

Com isso e mais uma injeção de decisão firme, você consegue o que mais for preciso ao longo do caminho.

Assine minha newsletter e ganhe o e-book “21 dicas para reinventar sua vida profissional”, para te dar uma mãozinha naquilo que você precisa de verdade para começar.

(Artigo publicado também em minha coluna no Tanlup e Nômades Digitais)

(Imagem: Juliana Garcia)


Comentários